Arquivo | SPFW RSS feed for this section

Balanço geral do SPFW

4 fev

Bloguetes sorry pelo meu sumiço, estou viva e de volta com um balanço geral de tudo o que rolou nas passarelas do SPFW e com as tendências que prometem pegar na próxima estação fria que está por vim!

1- Mistura de peços de tecidos: leves e pesados combinantes, na passarela do Alexandre Herchcovit, da Cori, da Huis Clos,  Do Lino Villaventura, do Ronaldo fraga e  da Triton eles foram a principal aposta, desta vez a inversão lidera, tecidos pesados na parte de cima e tecidos leves na parte de baixo.

2- Rendas: a trendy do verão continua, a dica agora é combinála com couro… e não é somente em tons sóbrios, na passarela do Alexandre Herchocovit teve renda amarela, na da colcci azul e rosa.

3- Transparências: como já havia comentado, no primeiro dia de desfiles o que mais me chamou atenção foi o desfile da animale devido ao seus tecidos nobres e muita transparência, a Maria Bonita com sua inspiração na construção de brasília também inclui transparências, a dica é investir em peças delicadas em roupas para a noite, o tule é principal pedida.

4- Trico: sem dúvida será o rei do inverno.

5- Couro: jaquetas, vestidos tubinhos e shorts black serão apostas corretas.

6- Saia: é obrigatorio must have na estação, apareceu em vários comprimentos, mas a saia longa com inspiração 70’s pra mim será a mais fashion. Para quem não usa por nada neste mundo, e usa calça, aposte em jeans skinny ou em calças cenoura mais curtas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E por fim as tendências na cartela de cores: branco, preto, beje e cinza predominam, mas as  duas cores fortes laranja e o azul também terão o seu espaço. Wish list para quando as araras das lojas estiverem cheinhas de news.

Querem mais detalhes da cobertura do evento visitem o chic:  http://chic.ig.com.br/moda

Icone da moda jovem

29 jan

A Triton , sob a pauta de Karen Fuke, para o inverno 2011 continua apostando no espírito urban & young. Com inspiração em grandes metrópoles como Nova York, as formas são retas e ligeiramente evasês 60’s, que trabalha com vestidos e saias de comprimentos variados, do míni ao mimolet, os tons são neutros, acesos por cores mais fortes. Tudo meio retrô, meio rock’n roll, como todos os usuários da grife adoram. Saias pregueadas lembravam muito uniforme escolar, rendas de cores vibrantes, azul, verde limão, vermelho e amarelo sob peças pesadas en tons de preto e cinza coloriram a passarela. Destaque para o metalassê furtacor, para a organza com fios metalizados, estampa florida e o que misturava paetê e pelúcia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Amei o contraste de pesos que  segue a onda atual de usar na parte de baixo um tecido mais leve e em cima um pesado, uma saia transparente com uma camisa de algodão + blazer ou máxicardigã, por exemplo.
A socialite Hilton arrazou!

Mais que um evento, mais que moda

29 jan

Girls ontem foi o dia, o início de mais um ” manifesto” para construir a cultura de moda do Brasil. Ao longo dos 15 anos, o São Paulo Fashion Week tornou-se muito mais que um evento.  A semana de moda mais importante do país apresentará os maiores desfiles de inverno dos estilistas mais renomados no mundo da moda, design e criatividade brasileira. Ao todo serão 31 desfiles em 6 dias ( 29/01 a 02/02). Segue o line-up:
1° Dia – Sexta-feira: Animale, Tufi Duek, Samuel Cirnansck e Triton
2°Dia – Sábado: Reinaldo Lourenço, Ghetz, Ellus, Neon, Amapô e Alexandre Herchcovit
3°Dia – Domingo: Iódice, Juliana Jabour, Cori, Osklen e Colcci
4°Dia – Segunda-feira: Huis Clos, Maria Bonita, Ronaldo Fraga, V.ROM e Reserva
5°Dia – Terça-feira: Do Estilista, Ana Salazar, FH por Fause Haten, Jefferson Kulig e Lino Villaventura
6°Dia – Quarta-feira: Gloria Coelho, João Pimenta, Alexandre Herchcovit, Fernanda Yanamoto, André Lima e Cavalera

Animale
A estréia do SPFW foi com o desfile da Animale que mostrou uma coleção feita para um país tropical, nada de frio extremo, em sua cartela de cores a predomiancia de branco ao beje quase nude, laranja queimado ao vermelho e preto. A principal idéia da estilista Priscila Darolt é dar continuidade a estação passada do minimalismo. Os tecidos variaram entre os mais pesados como mohair, lã, e couro tecnológico aos mais leves como  a seda.
Peças chaves: spencers, jaquetas estruturadas e calças abauladas. Confiram a galeria:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gostaram? Eu amei, adoro e uso sempre a marca, acho super feminina e  glamourosa, o que mais me encantou  na coleção foram as transparências.
PS: Amadas eu não irei publicar todos os desfiles diariamente, vou trazer para vocês aqueles que mais me chamarem a atenção e os maiores e melhores detalhes de tudo, ok?
Beijinhos